domingo, março 24Bem-vindo à bordo, Marinheiro!

Taxa de trabalhadores por conta própria chega a 31,9% no Piauí, segundo Pnad Contínua

Um percentual de 25,4% da população ocupada no Brasil trabalha por conta própria. O dado foi revelado pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) divulgada nesta quarta-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), reverente ao terceiro trimestre de 2018.

VENDEDOR_JuralMin_pixabay
FOTO: JuralMin/Pixabay

De um total de 92,6 milhões de pessoas ocupadas, 67,5% eram empregados (incluindo empregados domésticos), 4,8% empregadores e 2,4% de trabalhadores familiares auxiliares.

Por Unidades da Federação, os maiores percentuais de trabalhadores por conta própria foram do Pará (34,6%), Maranhão (33,8%) e Amazonas (33,0%).

O Piauí vem logo em seguida, no quarto lugar, com 31,9% de pessoas trabalhando por conta própria. A taxa do estado ficou acima da média nacional (25,4%).

Nas Regiões Norte (32,4%) e Nordeste (29,0%), o percentual de trabalhadores por conta própria era superior ao verificado nas demais regiões.

Os menores percentuais de trabalhadores nesta modalidade ficaram com o Distrito Federal (19,4%), São Paulo (21,4%) e Santa Catarina (22,1%).

Carteira assinada
Entre os empregados do setor privado que tinham carteira de trabalho assinada no 3º trimestre deste ano, o Piauí teve o segundo pior resultado com 54,1%, atrás apenas do Maranhão (51,1%) e seguido pela Paraíba (54,9%).

Em todo o país, o percentual de empregados no setor privado com carteira assinada ficou em 74,1% no 3º trimestre de 2018 contra 75,3% no mesmo período do ano passado, uma diferença de -327 mil pessoas.

As UFs com os maiores percentuais foram Santa Catarina (88,4%), Rio Grande do Sul (82,8%) e São Paulo (81,1%).

As Regiões Nordeste (58,7%) e Norte (60,7%) tinham os menores percentuais e a Região Sul (83,4%), o maior.

Deixe uma resposta