domingo, novembro 18Bem-vindo à bordo, Marinheiro!

Ministério do Trabalho emite nota contra extinção da pasta anunciada por Bolsonaro

Depois do presidente eleito Jair Bolsonaro anunciar a extinção do Ministério do Trabalho (MTE) e incorporação a “outro ministério”, a pasta reagiu nesta quarta-feira (7). Em nota o Ministério rechaçou a ideia do novo presidente.

“O Ministério do Trabalho, criado com o espírito revolucionário de harmonizar as relações entre capital e trabalho em favor do progresso do Brasil, se mantém desde sempre como a casa materna dos maiores anseios da classe trabalhadora e do empresariado moderno, que, unidos, buscam o melhor para todos os brasileiros”, diz a nota. O texto acrescenta que o futuro do trabalho e suas complexas relações precisam de ambiente institucional adequado para a sua compatibilização produtiva.

A declaração de Jair Bolsonaro sobre acabar com o Ministério foi feita durante coletiva de imprensa em Brasília, mas ele não deu detalhes sobre a mudança.

Na segunda-feira, a equipe de Bolsonaro recebeu uma proposta para agregar o Ministério do Trabalho ao Ministério da Indústria (Mdic). A ideia foi levada por dez associações industriais ao futuro ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Segundo o documento, a fusão dos ministérios permitiria aprimorar a relação “capital-trabalho”, promovendo empreendedorismo, inovação e produtividade. A nota do Ministério do Trabalho discorda claramente dessa visão.

Deixe uma resposta